rofl 1673

Câmara Municipal de Ilhéus

Pular para o conteúdo

VEREADORES ORGANIZAM FORÇA-TAREFA PARA AJUDAR O RIO ALMADA

20/12/2021 às 14h01

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Na sexta-feira (17), o presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Jerbson Moraes (PSD), reuniu pela segunda vez com autoridades e vereadores para discutir sobre a situação atual do Rio Almada. De acordo com Jerbson, a intenção é montar uma força tarefa com o Legislativo, autoridades e instituições, como o Corpo de Bombeiros e Marinha, para resolver o problema que já assola há anos a região. 

O Rio Almada já vem com um problema de longas datas e recentemente tem piorado. Segundo o morador de Aritaguá, conhecido como Babito, o crescimento de vegetações conhecidas como amazonas, que são diferentes de baronesas, pois não soltam sozinhas com o nível das chuvas e das cheias, tem fechado o Rio e impedido o desenvolvimento da região. “Os moradores que usam o Rio para sobreviver, para tirar o sustento, têm tido grande dificuldade no ir e vir por conta dessa vegetação”, explicou Babito.

Devido aos prejuízos que a vegetação tem causado, vê-se a necessidade de uma força manual para poder soltá-las. “Esse é o intuito da nossa união. A vegetação vem crescendo ao longo dos anos e vem impedindo o desenvolvimento econômico daquela região, que é o turismo, a pesca. Diversos vilarejos dependem do Rio Almada: Aritaguá, Sambaituba, Castelo Novo, Juerana, Lagoa Encantada, Vila Campinhos, Urucutuca, entre outros mais distantes, mas que também usam o Rio e dependem da via fluvial para manter o trabalho do dia a dia’, destacou o presidente da casa Legislativa.  

Demonstrando muita preocupação, Babito explicou que costuma subir o Rio com frequência, “para manter o canal do Rio aberto e poderem ter, no mínimo, os ligamentos dos vilarejos de um ao outro abertos. Porém, acontece com muita frequência o canal do Rio fechar e os moradores em geral ficarem sem ter como navegar”. 

O Major Tadeu Gomes do Corpo de Bombeiros esteve presente nas reuniões e colocou sua equipe à disposição. “Com ou sem a presença de outras autoridades, nós vamos nos unir com os vereadores para resolver esse problema. E só iremos parar quando resolver, não existe a possibilidade da não resolução do problema”, enfatizou o Major, que também destacou a importância de sempre haver a manutenção para que não ocorra novamente tal situação. 

Além de Jerbson Moraes, Babito e o Major Tadeu, participaram da última reunião os vereadores Tandick (PTB), Vinícius (PV), César Porto (PSB) e Ivo Evangelista (Republicanos). Os vereadores se comprometeram em entrar em contato com a Marinha, a CIPPA e outras instituições. Além de fazer nesta segunda-feira (20), uma visita in loco na região supracitada para observar de perto a situação e ter mais propriedade das demandas.