1673

Câmara Municipal de Ilhéus

Pular para o conteúdo

É preciso credenciar mais hospitais em Ilhéus para procedimentos de cateterismo e angioplastia, reivindica Fabrício

14/09/2021 às 19h48

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Hoje em Ilhéus, apenas no Hospital Regional Costa do Cacau estão sendo feitos procedimentos de angioplastia e cateterismo, este último, técnica que mede a saturação do oxigênio e as pressões intracardíacas de um paciente, alertou hoje (14) o vereador Fabrício Nascimento (PSB), no plenário da Câmara. Com uma grande demanda de pacientes e apenas uma unidade hospitalar credenciada, há espera que dura de quatro a cinco meses para realizar uma cirurgia, segundo informa o parlamentar. “É muito tempo para quem precisa e a demora pode ser fatal”, lamentou Fabrício.

O vice-presidente da Câmara, que é fisioterapeuta por formação, informou que tempos atrás estas cirurgias também ocorriam no Hospital São José, unidade da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus. Mas o governo do Estado terminou por descredenciar o HSJ. “É preciso descentralizar o serviço do Costa do Cacau e ampliar o atendimento à população”, defendeu.

O cateterismo é importante para diagnosticar qualquer tipo de lesão nas artérias coronárias. O procedimento é feito em pessoas com fatores de risco para doença coronariana ou com sintomas. Hoje em dia o exame é realizado de forma rotineira na investigação cardiológica avançada e invasiva. Já a angioplastia é o tratamento não cirúrgico das obstruções das artérias coronárias por meio de cateter balão, com o objetivo de aumentar o fluxo de sangue para o coração.